Quarta-feira, 19 de Setembro de 2007

A Imperfeição da Amizade

(Imagem retirada da Internet)

E o que pode doer mais se não a indiferença, a falta de presença de pessoas tão especiais?

Uma dor atroz, muito maior que aquela sentida caso tivessemos uma ferida aberta e sobre ela fizessem uma enorme pressão.

Devia ser proibido tais atitudes vindas de uma pessoa a quem chamamos de amigo. Tais atitudes deveriam ser punidas, ou melhor, não deviam sequer existir. Atitudes que nos ferem, que nos magoam tanto...talvez nem eles saibam o quanto.

E é quando sou alvo destes sentimentos, destas atitudes, que sempre me pergunto...afinal de contas o que é a Amizade?

 

A amizade é o conforto indescritível de nos sentirmos seguros com uma pessoa, sem ser preciso pesar o que pensa, nem medir o que se diz”. George Eliot

 

Isto existe? Conseguimo-nos sempre sentir seguros, confiar plenamente numa pessoa? Todos os nossos segredos, defeitos? Será? Conseguimos falar de todos os assuntos, mesmo aqueles mais íntimos, com 100% de certeza de que a outra pessoa nunca nos irá trair? Isto existe? Gostava de saber que sim...mas não experimento dessa segurança toda...

Para ter tais niveis de confiança com uma pessoa é preciso viver muitas situações com ela, ter provas reais de que ela nunca nos irá deixar ficar mal, mas sabem? A certa altura há sempre uma atitude, um gesto, uma palavra que nos é dirigida e que nos magoa, que nos deita abaixo porque não estavámos á espera, não daquela pessoa, não daquele amigo...e tudo vai por água abaixo, a confiança que se estava a ganhar se desvanece e a insegurança volta com toda a força...e isto é um ciclo, é sempre assim.

A quantidade e a qualidade da amizade não se mede com palavras, com a quantidade de vezes que se ouve “gosto de ti”, não...mede-se sim com a atitude naquele momento mais crítico, aquele olhar meigo que nos conforta, aquele sorriso que nos anima, aquele abraço que nos aconchega, a lágrima na despedida, a alegria no regresso.

Na amizade também tem que constar o “perdão”. Saber perdoar, já dizia o outro, é uma virtude. Mas agora pergunto eu, quantas pessoas a têm?Quantos amigos nos perdoam quando fazemos algo de errado, quando mesmo sem querer os magoamos, quando temos ideias contrárias e a discussão acontece, quantos são aqueles que nos perdoam?Poucos...muito poucos.

Com este texto não quero dizer que a Amizade não existe, mas que é rara, e muito, isso ninguém pode negar. É rara e imperfeita, não é aquele mar de rosas de que todos falam, aquele sentimento perfeito, sem falhas, isso são balelas! A amizade é cheia de imperfeições, contradições, tristezas, mágoas, angústias, dor, desavenças...mas que mesmo assim prevalece e segue em frente.

E por isso hoje estou triste, angustiada, porque a amizade é mesmo assim, imperfeita!

 

Patrícia Santos

 

sinto-me: Magoada
música: Whitney Houston - The Greasted Love of All
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 16:27
link | comentar | ver comentários (9) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 26 seguidores

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A Imperfeição da Amizade

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O Poder da Memória

. Momento Inesquecível

. Mãos Dadas

. Um Caso de Paixão

. O amor na areia

.links

.pesquisar

blogs SAPO

.subscrever feeds